FAQs

Perguntas Frequentes

Tem alguma questão sobre as soluções de crédito Leilolease Finance?

Encontre aqui as respostas às perguntas mais frequentes.

Saiba como pode fazer um pedido de crédito e quais os documentos necessários.

Conheça os prazos e modalidades de pagamento com toda a comodidade e simplicidade.

Perceba quais as melhores opções para os seus projetos e as principais condições e vantagens dos diferentes tipos de crédito que reunimos para si.

Encontre e esclareça todas as suas dúvidas sobre os produtos e serviços Leilolease Finance.

Documentos necessários ao pedido de crédito

Os documentos necessários são as cópias de:

Documento de Identificação 1º e 2º titulares dentro da data de validade

Com nacionalidade portuguesa:

  • Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade
  • Cartão de Contribuinte

Com outra nacionalidade:

  • Autorização de Residência
Comprovativo de morada em nome de um dos titulares

Um dos seguintes documentos:

  • Fatura de água, luz, telefone (fixo ou móvel), gás ou TV por cabo.

Nota: não são válidos atestados passados pela Junta de Freguesia.

Comprovativo de rendimentos 1º e 2º titulares

Trabalhador por conta de outrem:

  • Créditos de valor inferior ou igual a 6.000€: recibo de vencimento do último mês
  • Créditos de valor superior a 6.000€: recibos de vencimento dos últimos 3 meses

Sócio gerente ou por conta própria:

  • Última declaração de IRS

Nota: se entregou o IRS numa repartição de finanças, junte a nota de liquidação.

Reformado:

  • Último comprovativo de reforma
Comprovativo de IBAN em nome de um dos titulares

Uma das seguintes situações:

  • Cópia do cartão Multibanco + Talão do Multibanco com IBAN
  • Comprovativo de IBAN impresso através do site do seu banco

Os documentos necessários são as cópias de:

Documento de Identificação 1º e 2º titulares dentro da data de validade

Com nacionalidade portuguesa:

  • Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade
  • Cartão de Contribuinte

Com outra nacionalidade:

  • Autorização de Residência
Comprovativo de morada em nome de um dos titulares

Um dos seguintes documentos:

  • Fatura de água, luz, telefone (fixo ou móvel), gás ou TV por cabo.

Nota: não são válidos atestados passados pela Junta de Freguesia.

Comprovativos de dívida de todos os créditos a consolidar

Emitidos nos últimos 30 dias, onde deve constar:

  • Nome da instituição financeira
  • Nome do titular do crédito
  • Número de contrato/cartão
  • Valor total em dívida e data de emissão

Exemplos: declarações de dívida, extratos de conta corrente, extratos do cartão de crédito, extratos bancários.

Comprovativo de rendimentos 1º e 2º titulares

Trabalhador por conta de outrem:

  • Créditos de valor inferior ou igual a 6.000€: recibo de vencimento do último mês
  • Créditos de valor superior a 6.000€: recibos de vencimento dos últimos 3 meses

Sócio gerente ou por conta própria:

  • Última declaração de IRS

Nota: se entregou o IRS numa repartição de finanças, junte a nota de liquidação.

Reformado:

  • Último comprovativo de reforma
Comprovativo de IBAN em nome de um dos titulares

Uma das seguintes situações:

  • Cópia do cartão Multibanco + Talão do Multibanco com IBAN
  • Comprovativo de IBAN impresso através do site do seu banco

Os documentos necessários são as cópias de:

Documento de Identificação 1º e 2º titulares dentro da data de validade

Com nacionalidade portuguesa:

  • Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade
  • Cartão de Contribuinte

Com outra nacionalidade:

  • Autorização de Residência
Comprovativo de morada em nome de um dos titulares

Um dos seguintes documentos:

  • Fatura de água, luz, telefone (fixo ou móvel), gás ou TV por cabo.

Nota: não são válidos atestados passados pela Junta de Freguesia.

Comprovativos de dívida de todos os créditos a consolidar

Emitidos nos últimos 30 dias, onde deve constar:

  • Nome da instituição financeira
  • Nome do titular do crédito
  • Número de contrato/cartão
  • Valor total em dívida e data de emissão

Exemplos: declarações de dívida, extratos de conta corrente, extratos do cartão de crédito, extratos bancários.

Comprovativo de rendimentos 1º e 2º titulares

Trabalhador por conta de outrem:

  • Créditos de valor inferior ou igual a 6.000€: recibo de vencimento do último mês
  • Créditos de valor superior a 6.000€: recibos de vencimento dos últimos 3 meses

Sócio gerente ou por conta própria:

  • Última declaração de IRS

Nota: se entregou o IRS numa repartição de finanças, junte a nota de liquidação.

Reformado:

  • Último comprovativo de reforma
Comprovativo de IBAN em nome de um dos titulares

Uma das seguintes situações:

  • Cópia do cartão Multibanco + Talão do Multibanco com IBAN
  • Comprovativo de IBAN impresso através do site do seu banco

Toda a documentação é analisada em exclusivo pelos nossos conselheiros de crédito. Garantimos a total confidencialidade de toda a informação.

Crédito ao Consumo

Em média, demora 8 dias desde a data em que submete o pedido ao financiamento. No entanto, existem bancos e agências que conseguem processar o empréstimo entre dois a três dias.

Um fator que pode afetar o tempo de processamento é o historial de pagamento dos devedores. Se estes já pediram um empréstimo a um banco anteriormente e pagaram a tempo, da próxima vez que pedirem é provável que sejam aceites mais rapidamente do que alguém que nunca pediu.

Cidadãos de outras nacionalidades que vivem em Portugal há alguns anos, desde que com a devida documentação em ordem, podem solicitar crédito pessoal. No entanto, quem vive em Portugal há pouco tempo deve ter a noção que terá menos probabilidades de ter um crédito pessoal do que se estivesse a viver cá há mais tempo, uma vez não possuir nenhum historial de crédito.

Uma vez que o crédito pessoal é uma linha de crédito sem garantia, por norma os bancos precisam de tempo para ter a certeza de que é de confiança e financeiramente responsável. Isso também se verifica mesmo que tenha um emprego estável e um ordenado que vá ao encontro dos critérios selecionados. As instituições de crédito, em regra geral, preferem lidar com pessoas que já tiveram relações bancárias anteriores e dado provas de serem de confiança. Como tal, deve trabalhar em estabelecer e manter uma boa relação com um banco antes de solicitar um empréstimo.

Um Crédito Pessoal é um empréstimo destinado a satisfazer necessidades de crédito a médio prazo, dirigido à aquisição de bens ou serviços de consumo duradouro.

No Crédito Pessoal, o montante do crédito, as mensalidades e os prazos de reembolso são fixados no início do contrato, mantendo-se inalterados durante a vigência do mesmo.

O montante do crédito pessoal Cofidis pode variar entre os 5.000€ e os 50.000€.

O Crédito Consolidado permite juntar vários créditos ao consumo num só.

Significa que se tem vários créditos ao consumo em várias instituições, financeiras ou bancárias, vai passar a gerir o seu crédito com uma única instituição financeira. Assim, passa a pagar uma única mensalidade, com uma única taxa e uma única data de pagamento, simplificando a sua gestão financeira.

É a Taxa Anual de Encargos Efetiva Global (TAEG), isto é, a taxa que reflete o custo total do Crédito. É expressa numa percentagem anual do montante total do crédito. A TAEG considera todos os:

• Encargos relacionados com a operação de crédito, como comissões e despesas de expediente;

• Impostos relacionados com o crédito, como por exemplo imposto do selo sobre juros.

A fórmula para calcular a TAEG é:

[1 + taxa (tempo de pagamento, prestação mensal, montante imputado)]^12-1

Em Portugal, a TAEG é o melhor fator de comparação quando escolhe um crédito pessoal.

É a Taxa Anual Nominal (TAN), isto é, a taxa de juro expressa numa percentagem fixa aplicada numa base anual ao montante do crédito utilizado, à qual são calculados os juros do crédito, sem incluir outros encargos ou impostos.

É o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC).

Nos produtos do tipo Crédito Pessoal e no Crédito Consolidado, o MTIC corresponde ao valor total que vai pagar pelo crédito, ou seja, a soma do custo total do crédito (juros, comissões, despesas, impostos e encargos de qualquer natureza, exceto os prémios de seguro de adesão facultativa) e do montante total do crédito concedido.

MTIC = Valor crédito concedido + Valor total dos custos

É a Ficha de Informação Normalizada (FIN).É um documento padronizado pelo Banco de Portugal, para todas as instituições financeiras e bancárias, onde consta a informação detalhada relativa ao crédito e que permite comparar, de uma forma mais simples, diferentes ofertas de crédito.

A nossa atividade é regulamentada e supervisionada pelo Banco de Portugal, pelo que os nossos processos são rigorosos e respeitam os procedimentos legais.

A Leilolease Finance encontra-se registada no Banco de Portugal sob o número o nº 0002522. Pode consultar o registo AQUI.

Proteção de dados pessoais

Os dados pessoais recolhidos são utilizados na medida necessária ao desenvolvimento das nossas atividades por forma a devolver ao cliente o mais alto padrão de serviço.

Utilizamos:

  • dados de identificação (nome, número de documento de identificação, nacionalidade, data e local de nascimento, género, endereço IP);
  • dados de contacto (morada, endereço eletrónico, número de telefone);
  • dados fiscais (número de identificação fiscal, situação fiscal);
  • grau de ensino e situação profissional (nível de escolaridade, profissão, identificação da entidade empregadora, remuneração);
  • situação familiar (estado civil, número de dependentes);
  • dados sobre a habitação (tipo de habitação, própria, arrendada, própria com hipoteca, encargos com a habitação, antiguidade na habitação);
  • dados bancários, financeiros e transações (identificação de contas bancárias, número de cartões de crédito, movimentos e histórico de crédito, dívidas e despesas);
  • dados que permitem evitar o excesso de endividamento.

Os dados pessoais são conservados pelo período máximo exigido para o cumprimento das obrigações legais e regulamentares, com vista a facilitar a gestão da relação contratual, e dar resposta aos pedidos que nos são dirigidos.

Por norma, a maior parte da informação do cliente é mantida durante a relação contratual, e algum tempo após a cessação da mesma.

Os dados pessoais são utilizados para:

  • O cumprimentos das nossas obrigações legais e regulamentares;
  • Realização de um contrato ou para diligências pré-contratuais;
  • A proposta de ofertas adaptadas, no âmbito da nossa atividade .

Todos os dados recolhidos serão partilhados apenas quando estritamente necessário com:

  • Banco de Portugal ou outras entidades oficiais para levar a cabo o cumprimento de obrigações legais;
  • Entidades subcontratadas ao nosso serviço, nomeadamente, para a prestação de serviços de correio e transporte de documentos, serviços de comunicação digital e marketing e serviços de arquivo;
  • Parceiros comerciais e bancários;
  • Órgãos judiciais ou oficiais, notários e advogados no âmbito de qualquer litígio ou reclamação que venha a existir entre as partes.

Tem o direito de:

  • Informação e Acesso – Direito a ser informado sobre o tratamento efetuado com os seus dados e a obter cópia dos mesmos.
  • Retificação – Direito a retificar os seus dados quando considerar que os mesmos são inexatos ou incompletos.
  • Eliminação – Direito a solicitar a eliminação dos seus dados, na medida do legalmente admissível.
  • Limitação – Direito a limitar o tratamento dos seus dados pessoais.
  • Oposição – Direito a opor-se ao tratamento dos seus dados pessoais, a qualquer momento.
  • Não ficar sujeito a decisões automáticas – Direito a obter intervenção humana no tratamento dos seus dados e/ou contestar decisões automáticas, como definição de perfis, na medida do legalmente admissível.
  • Gestão do consentimento – Direito de, a qualquer altura, dar e retirar o consentimento para o tratamento dos seus dados, quando o mesmo seja exigido.
  • Portabilidade – Direito à devolução e/ou transferência dos dados pessoais fornecidos, quando legalmente admissível.

Tem toda a liberdade e direito a gerir os consentimentos/autorizações dadas em qualquer altura, de forma totalmente gratuita. Deverá para o efeito, proceder ao envio de um email para

Necessita de mais Ajuda?

Se com a informação apresentada ao lado não encontrar resposta para a sua dúvida, agradecemos que nos envie as suas questões.

CONTACTE-NOS

Saiba quanto pode poupar!

com a consolidação de todos os seus créditos